Secretário da Saúde visita hospital em Brusque e anuncia pactuação de 10 novos leitos de UTI em Gaspar

Secretário da Saúde visita hospital em Brusque e anuncia pactuação de 10 novos leitos de UTI em Gaspar

1 de março de 2021 Off Por Redação

 

 

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, esteve nesta segunda-feira, 1º de março, no Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux – Azambuja, em Brusque. Em reunião com os gestores da unidade, foram discutidas as demandas da saúde, como recursos humanos, insumos e equipamentos, além de ações para reforçar o enfrentamento à Covid-19. Na sequência, o secretário esteve no Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, de Gaspar, onde anunciou a pactuação de 10 novos leitos de UTI Covid. A abertura dos novos leitos está prevista para esta semana.

Para a unidade Azambuja já foram destinados pelo Governo do Estado cerca de R$ 2,3 milhões para o enfrentamento Covid, além de equipamentos e insumos. Os investimentos totais, que incluem recursos do Governo Federal, chegam a R$ 10 milhões.

“Nosso trabalho não para, estamos mobilizados. A solicitação do governador Carlos Moisés é de dedicação total. Temos ofertados recursos, garantido custeio, equipamentos e pactuado com hospitais em todo estado. O momento é grave e precisamos ofertar mais. Não podemos perder catarinenses por falta de serviços. Já temos pactuação de leitos com Brusque, e vim, in loco, garantir o custeio o mais célere possível e assim melhorar o aporte de saúde na região. Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance”, destacou o secretário.

Motta Ribeiro lembrou ainda que desde o início da pandemia, o número de leitos públicos de terapia intensiva destinados a adultos foi ampliado em mais de 160%, ultrapassando os 1,5 mil leitos de UTI em todo estado.

“Diante dos aumentos dos casos de coronavírus, muitas dificuldades surgiram e a presença do secretário no hospital ajuda a fortalecer as demandas necessárias para a melhorias dos nossos serviços para proteção da população. Com parcerias e o apoio de todos, vamos vencer esse momento difícil”, pontuou o primeiro secretário da diretoria executiva do hospital em Brusque, Marcilio César Ghislandi.

A unidade conta com outros 22 leitos de UTI e outros 71 leitos clínicos exclusivos para atendimento Covid.

O prefeito de Brusque, Ary Vech expôs as principais necessidades do município na área da saúde e agradeceu a presença do secretário. “Neste momento tão difícil, o secretário vem para estender a mão com o Governo do Estado, que está sempre presente nas ações da Saúde e conhecer o que está sendo feito em Brusque. Muito obrigada pela atenção com nosso município”.

Ampliação em Gaspar

A diretora administrativa do hospital em Gaspar, Fabiana Massari, reforçou a importância da presença do secretário na unidade. “É fundamental a conscientização, que todos precisam se preservar, usar máscara e ter todos os cuidados pessoais. E o Estado está disposto a investir para que nada falte na saúde”, afirmou. Ela acrescentou que, com essas ativações, a unidade passa a ter capacidade para 20 leitos UTI Covid.

“Agradecemos o apoio do Governo do Estado neste momento de pandemia. Gaspar é uma cidade que vem se desenvolvendo e está localizada em uma importante região do Estado. Esse suporte é essencial para milhares de catarinenses”, pontuou o prefeito do município, Kleber Wan-Dall.

O deputado estadual Jerry Comper também agradeceu ao secretário por estar presente na região. “O apoio de todos é muito importante. Coloco-me à disposição na Alesc para ajudar o estado neste momento tão difícil, mas que juntos vamos superar. Neste momento de dificuldade que estamos passando, só temos a agradecer todos que estão na linha de frente no combate à Covid-19.”

“A união de esforços que faz a diferença. Nós da Alesc apoiamos as ações efetivas da Secretaria da Saúde que dão resultados na prática em todas as regiões. Em primeiro lugar a proteção da nossa população”, acrescentou o deputado estadual Ricardo Alba.

O deputado Laércio Schuster reforçou que estão “avaliando as formas como o Parlamento pode ajudar os pequenos municípios e os nossos hospitais a enfrentar esse momento difícil. Precisamos garantir recursos financeiros, técnicos, humanos e suprimentos para manter o pleno funcionamento do sistema de saúde e o tratamento adequado que irá salvar vidas catarinenses”, disse.


Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação – Secom